Arquivo mensal: novembro 2009

Descubra se seu computador suporta o novo Windows 7

 

“Descubra se o seu computador poderá ter o Windows 7 instalado nele sem ter que passar por um upgrade antes!”

 

Se você está ansioso para instalar o Windows 7 é melhor se acalmar, pois pode muito bem ser possível que o seu computador não seja capaz de manter tal sistema operacional funcionando de maneira correta sem antes receber algumas melhorias.

Para saber se o seu computador aguentará o Windows 7, use o Windows 7 Upgrade Advisor. O programa tem por finalidade verificar todos os componentes do seu computador e listar aqueles que precisarão ser alterados, assim como os que não apresentarão problemas após a instalação do novo sistema operacional.

Mesmo que o Windows 7 ainda não tenha sido lançado em sua versão final será útil obter o diagnóstico do Windows 7 Upgrade Advisor. Dessa forma, será possível providenciar tudo aquilo que for necessário a tempo do lançamento oficial do sistema operacional.

 

Como usar o Windows 7 Upgrade Advisor

Após instalar o Windows 7 Upgrade Advisor, execute-o e espere que ele seja carregado. Feito isso uma janela aparece e pede para você conectar todos os dispositivos relevantes que tiver ao computador, pois dessa forma o Windows 7 Upgrade Advisor também poderá verificar se eles são ou não compatíveis com o Windows 7. Assim que você inseri-los, clique em “Start check” e espere alguns minutos até o final da análise.

O Windows 7 Upgrade Advisor verifica ao todo três categorias de itens: “System Requirements” (Requisitos de Sistema), “Devices” (Dispositivos) e “Programs” (Programas).

 

“System Requirements”

Aqui serão analisadas coisas fundamentais para que o Windows 7 funcione: velocidade do processador (“CPU speed”), quantidade de memória RAM, espaço disponível no disco rígido (“Hard Drive Free Space”) e se o computador analisado é capaz de rodar o Windows Aero. Caso o seu computador não encontre os requisitos mínimos, um “X” vermelho aparecerá ao lado do item, caso contrário, um “V” verde aparece ao lado do item.

 

 

“Devices”

Uma lista de vários dispositivos instalados em seu computador aparecerá nessa parte, como por exemplo: placa de vídeo, placa de som e placa de aceleração gráfica. Se ao lado de um item aparecer a palavra “Compatible”, significa que não é necessário trocá-lo, caso contrário, provavelmente um upgrade será necessário.

 

 

“Programs”

Somente programas que possam vir a não funcionar corretamente no Windows 7, ou que venham a apresentar alguma restrição, serão listados aqui. Uma exclamação envolta em um triângulo amarelo (“Minor issues”) indica a probabilidade de problemas pequenos, enquanto um “X” vermelho exibe alguma restrição relativa àquele item, como por exemplo, ser necessário reinstalar o programa após a instalação do Windows 7.

 

 

 

Anúncios

Obrigado, Galera ! Chegamos aos 1.000 acessos !

É isso mesmo, gente !

1.000 acessos em pouco tempo de vida do Blog !!!

 

mil_acessos_2

Deixo aqui o meu muito obrigado à todos que nos visitaram neste tempo; o meu agradecimento aos amigos, colegas, família; enfim, todo aquele que colaborou para que o Blog do Lopez se mantivesse firme até hoje !

Valeu, Galerinha !

mil_acessos_1

E continuem acessando, pois só temos mais e mais novidades para vocês.

Afinal, esse Blog foi criado para vocês! Tudo que é postado aqui é pensando em vocês !

Abraços, e até o próximo post ! (que deve ser agorinha mesmo….hehehe !)

 

assinatura_1

Microsoft Security Essential é considerado o melhor antivírus gratuito

Programa da Microsoft se destaca entre grandes nomes em teste realizado por site

campeão_antivirus_4

 

O relatório divulgado pelo site AV-Comparatives, que analisa a eficácia dos principais antivírus do mercado, mostrou algo que muitos usuários já começaram a perceber: o Microsoft Security Essentials (MSE) é o melhor programa de proteção gratuito disponível.

O programa da Microsoft foi o único software grátis a receber a classificação Advanced+, considerada a melhor nos testes realizados pelo site. Além dele, as versões 2010 de outros cinco aplicativos conseguiram alcançar o nível máximo: o eScan, F-Secure, Kaspersky, Bitdefender e o Norton, todos pagos.

Por diversas vezes a questão sobre a eficiência do Microsoft Security Essentials figurou entre os principais fóruns de tecnologia do mundo todo. Os usuários queriam saber se o MSE era melhor que os seus antivírus atuais, e o resultado do AV-Comparatives veio para responder que sim.

Critérios de avaliação

O site avaliou a habilidade de remover malwares de 16 dos mais populares programas de proteção em computadores já infectados. Para isso, foram utilizados dez tipos diferentes de ameaças e analisada a capacidade que cada antivírus tem de retirá-los do sistema.

campeão_antivirus_1 

 

Os critérios que os técnicos do AV-Comparatives levaram em conta se referiam ao nível de remoção e limpeza do aplicativo, ou seja, se ele conseguia apagar a praga e sem deixar nenhum tipo de vestígio. Além disso, outro ponto levado em conta foi a facilidade do processo.

Vale lembrar que os testes não avaliaram a capacidade de detecção dos programas. Se o antivírus não pudesse encontrar o malware, não conseguiria removê-lo, portanto foram utilizados apenas ameaças conhecidas por todos os aplicativos.

O Microsoft Security Essentials não foi apenas o antivírus gratuito melhor conceituado, mas também o que obteve as melhores notas entre o todos os outros programas. Com a média de 7,4 pontos (de 10) em remoção e 2,4 (de 4) em limpeza de vestígios, o MSE foi um dos únicos a conseguir conceito “bom” em ambos os critérios.

Analisando a conquista

O resultado do teste da AV-Comparatives serviu para mostrar a vulnerabilidade dos antivírus preferidos dos brasileiros. A versão profissional do AVG Antivirus 8.5  que foi analisada pelo site obteve notas de remoção e limpeza consideradas médias, assim como o Avast! e o Avira. As edições gratuitas destes programas são os antivírus campeões de download no Baixaki.

campeão_antivirus_3

 

Geralmente os softwares pagos são melhores que as suas versões grátis. No caso de programas de proteção, imagina-se que eles sejam mais eficazes e ofereçam maior segurança para o computador. No entanto, o Microsoft Security Essentials, gratuito, conseguiu melhor desempenho do que as versões comerciais de AVG, Avast e Avira. Portanto é evidente que as versões Free destes são menos eficazes do que o MSE. Você pode conferir os resultados de cada um deles clicando nos links acima.

O Avast e o AVG, por exemplo, só conseguiram remover completamente um dos malwares testados. Já o Avira precisou da utilização de um CD que permitisse retirar o problema durante a inicialização do sistema. O Microsoft Security Essentials, apesar de também ter deixado vestígios, saiu-se melhor do que os três concorrentes.

 

Grátis, mas nem tanto

Por mais tenha se coroado como o melhor entre os gratuitos, o antivírus da Microsoft não é tão livre quanto se fala. O Microsoft Security Essentials só pode ser instalado em um versão original do Windows, que custa caro no Brasil.

Como grande parte dos Sistemas Operacionais utilizados no país é pirata, o MSE perde espaço devido à exigência de autenticação da Microsoft. É por conta deste bloqueio que antivírus menos eficazes continuam a fazer sucesso – e quem sai perdendo é o próprio usuário.

 

assinatura_1

Windows 7: qual usar, 32 ou 64 bits?

Depois da chegada do novo Sistema, fica a dúvida: mudar ou não a versão do meu Windows? Quais vantagens terei com o sistema x86 ou x64?

Sempre que um novo Sistema Operacional chega às lojas, o usuário logo se pergunta “Qual deles devo usar?”. A dúvida fica ainda maior quando há uma grande variedade de versões, como acontece com o Windows 7. O novo SO da Microsoft tem pacotes voltados aos mais diferentes tipos de usuários – dos domésticos aos empresariais, todos possuem suas especificidades. Além disso, parece que só para complicar a vida do usuários leigo, cada uma dessas versões possui variantes de 32 e 64 bits. E agora? Como saber qual é a melhor escolha para o seu computador?

Não é difícil descobrir qual será a versão do Windows 7 que você vai ocupar no seu computador. É uma questão de observação, apenas. Entretanto, existem alguns motivos para fazer a opção. Porém, basta focar-se na seguinte pergunta: o seu computador tem 4 GB ou mais de memória? Se a resposta for “sim” é bom considerar o uso da versão x64, ou seja, 64 bits. Isso porque as versões possuem arquiteturas diferentes, e no caso da x64 há a possibilidade de trabalhar com um número maior de memória. Enquanto isso, as versões x86, ou seja, de 32 bits, têm reconhecimento limitado da memória – apenas para até 4 GB, e que ainda serão lidos como 3,2 GB.

processadores_32 ou 64_1

 

Isso acontece porque a versão 32 bits é planejada para computadores de menor porte e potência, por isso há esta limitação. Se você não exige muito da máquina, recomenda-se o uso do Windows 7 x86. Neste ponto, chegamos a outra pergunta: “Então devo comprar as duas versões para descobrir na hora?”. Não, amigo do Baixaki. Não é necessário comprar duas caixas do Windows 7 – até porque o preço no Brasil não permite luxos desse tipo. O novo Sistema Operacional da Microsoft possui as duas versões na mesma caixa, a escolha ficará a seu critério no momento em que for instalar o Windows no seu computador.
Entendendo as diferenças

Quando você for comprar seu Windows 7, verifique qual é a versão do Sistema anterior. Isso fará com que você hesite menos na hora de optar pelas versões. O segredo está na capacidade do processador que o seu computador utiliza: a quantidade de bits informada nele indica a quantidade de bits que ele é capaz de processar por segundo. Por isso, a versão do seu Windows deve ser compatível com o “trabalho” do seu processador.  Se a peça instalada no seu computador consegue trabalhar com apenas 32 bits, não é possível instalar o Windows de 64, afinal há apenas metade da capacidade de processamento de dados.

processadores_32 ou 64_5

Compatibilidade é problema?

No caso dos computadores com o Windows 7 64 bits, a compatibilidade pode representar um problema sim. O ponto de conflito surge principalmente no que se refere aos softwares e hardwares. Se você possui um computador cujo processador trabalha bem com sistemas operacionais x86 e x64, o uso de hardware é misto e pode ser usado em qualquer circunstância, sem o menor problema. Porém, se você tinha um computador de processamento igual a 32 bits e trocou por uma CPU nova, na qual o processador é de 64 bits, e deseja usar os mesmos periféricos (mouse, teclado e outros), pode haver problemas de compatibilidade entre o equipamento e o sistema operacional. Para se prevenir, use o Centro de Compatibilidade da Microsoft que oferece um bom banco de dados com as informações a respeito do que você deseja instalar.

processadores_32 ou 64_3

Infelizmente, o banco ainda não está completo. Algumas informações dele estão desatualizadas ou nem mesmo disponíveis. Outra questão de compatibilidade pode ser levantada a partir dos drivers dos componentes como placas de vídeo, áudio e outros. Quando a versão é a de 64 bits, todos os drivers são assinados pelo desenvolvedor – o que aumenta bastante a sua segurança na hora de baixá-lo e instalá-lo no seu computador.

 

Como descobrir a capacidade do processador?
Existem algumas maneiras de se saber a capacidade do seu processador. Uma delas é acessando as propriedades de sistema do computador. Para isso, você poderá usar o Windows 7 Upgrade Advisor, que vai descobrir quais são as especificações técnicas do seu computador e recomendar – ou não – a instalação do Windows 7. O que acontece é um teste no estilo “varredura” para saber se o computador está pronto para receber o novo Windows e qual é a recomendação que a Microsoft faz, caso a resposta seja positiva.

processadores_32 ou 64_4

Outra opção é utilizar um programa chamado CPU Z, que tem como finalidade principal listar as características do seu processador em uma tela bastante intuitiva. Entretanto, apenas um dado de todos aqueles é realmente importante: a parte em que o software diz se o processador trabalha com o intervalo x86 a x64. Normalmente, são os processadores da linha AMD 64 que possuem esse híbrido de funcionamentos.

 

O verecdito
X86 ou x64, eis a questão… Não é complicado decidir entre as versões. Basta saber a qual é a taxa de trabalho do seu processador e também ter bastante claro em mente que a sua necessidade de uso irá influenciar diretamente nesta decisão. Se você mantém vários programas pesados abertos ao mesmo tempo, como o Adobe Photoshop, Premiere e algum jogo como o World of Warcraft, por exemplo, precisará de uma máquina com mais memória. Logo, a versão do Windows 7 que melhor se adapta às suas características de uso é a x64 (64 bits). Portanto, se você tem um computador de alto desempenho, não há motivo para não optar pela versão de maior processamento.

Se você estava na dúvida sobre o que fazer quanto à escolha de mais um dos detalhes do novo sistema operacional da Microsoft, este post pode ter ajudado a solucionar este problema. Afinal, a variedade é bastante grande e, com isso, as dúvidas crescem na mesma proporção.

assinatura_1

Dez downloads essenciais para quem já tem o Windows 7

Estes aplicativos, na maioria gratuitos, irão proporcionar uma experiência com o novo sistema operacional ainda melhor

O Windows 7 pode ser recente, mas isso não impede que você possa encontrar ferramentas baratas ou gratuitas para melhorar suas configurações, complementar suas características ou facilitar o upgrade a partir do Windows XP ou do Vista.

Atenção leitor: antes de executar qualquer programa em seu computador, principalmente os que fazem alterações no Registro do Windows ou modifiquem informações em seu HD, lembre-se de fazer um backup de segurança do registro do sistema, criar um ponto de restauração e fazer backup dos seus dados.

Microsoft Security Essentials
Assim como seus antecessores, o Windows 7 não fornece uma proteção embutida contra malwares, como vírus e spywares (e nem possui firewall também). Se quiser o usuário pode optar pelos serviços de segurança pagos da McAfee ou Symantec.

 security_essentials

Mas quem é usuário de um sistema operacional Windows original pode obter a mesma proteção, porém gratuitamente. O pacote de segurança Microsoft Security Essentials oferece uma sólida proteção para PCs domésticos e é gratuito. Mas se preferir há outras opções gratuitas de terceiros disponível para download.

Ninite

Os mais determinados a fazer um upgrade do XP para o Windows 7 sabem que terão um processo chato pela frente, que inclui entre outras coisas, a necessidade de reinstalar todos os aplicativos.

 ninite

Mas em vez deste processo doloroso, você pode optar por baixar todos os seus programas gratuitos e de código aberto de uma só vez, com o Ninite. Primeiro acesse o site do Ninite e escolha os programas que deseja (por exemplo: Firefox, iTunes e Skype).

Então baixe o Ninite, que irá instalar todos esses aplicativos novamente no seu PC, sem a introdução adicional de crapwares. O programa é gratuito e somente para uso pessoal.

Windows Live Photo Gallery
Para manter o Windows 7 em ordem – e evitar um sistema lento, como era o Vista – a Microsoft deixou de fora alguns utilitários. Um exemplo é o Photo Gallery, gerenciador e editor de imagens gratuito e fácil de usar.

 photo_gallery

Vale um download, especialmente se você não estiver usando o Google Picasa para organizar suas fotos e vídeos.

Windows Easy Transfer
Se você está fazendo upgrade para o Windows 7, a partir do XP ou Vista, então dê uma especial atenção para este download gratuito, que ajuda a copiar arquivos e configurações de um PC para outro (o Windows Easy Transfer já vem embutido no Windows 7).

 windows_easy_transfer

A nova versão do Easy Transfer traz um explorador de arquivos, que simplifica a tarefa de selecionar arquivos específicos que se queira copiar. O programa não irá travar se passar por um arquivo ou configuração que não pode mover.

Além disso, o utilitário da Microsoft irá completar a transferência e então providenciar um relatório detalhado de tudo que não pode copiar. O lado negativo: o Easy Transfer não irá copiar seus programas e aplicativos, mas apenas os arquivos de usuários.

Para uma conexão de PC para PC, você irá precisar de um cabo Easy Transfer (cerca de 20 dólares). Outras opções de transferência incluem USB flash drive, disco rígido externo ou conexão de rede.

Ultimate Windows Tweaker v2
Esta ferramenta gratuita de customização consegue detectar se você está rodando o Windows 7 ou Vista, e oferece apenas as opções relativas ao seu sistema.

 ultimate_windows_tweaker

O programa oferece diversas opções de configurações para a Interface do Usuário, redes, segurança e ajustes do sistema. Se sua intenção é personalizar, então esta é a ferramenta ideal para você.

WinZip 14 Standard
Se o Windows 7 já possui um compactador de arquivos embutido, você deve estar se perguntando porque precisaria da nova versão do WinZip, correto? Se você raramente utiliza arquivos zip, provavelmente não irá precisar.

 winzip_400

Mas quem realmente usa esse tipo de arquivo irá agradecer pelas melhorias do WinZip 14, que simplificou o processo de zipagem no Windows 7. Esta última versão também oferece boas taxas de compressão. Esta versão custa 30 dólares, mas também pode ser baixada como Trial.

EnhanceMySe7en Free
O Windows 7 pode ser mais fácil de usar que o Vista e XP, mas as tarefas de diagnóstico e manutenção continuam complicadas. O EnhanceMySe7en é útil para qualquer um que queira fazer uma limpeza no sistema.

 enhance_myse7en

Este utilitário gratuito convenientemente ajuda você a selecionar quais programas podem carregar durante a inicialização; permite que você monitore o desempenho do seu disco rígido; e também possibilita que realize alguns ajustes no Registro – se tiver conhecimento.

Image Resizer Powertoy Clone
Vai precisar redimensionar imagens no Windows 7? Então este utilitário irá facilitar o trabalho. Após instalar o programa, clique com o botão direito do mouse sobre uma ou mais imagens.

 image_resizer

Você poderá selecionar uma entre quatro opções de tamanho: pequena (640 por 480 pixels), média (800 por 600 pixels), grande (1024 por 768 pixels), ou para PC de bolso (240 por 320 pixels). Mas você também pode criar tamanhos personalizados.

Systerac Tools for Windows 7
Este pacote com 16 ferramentas da Systerac tem tudo que você precisa para manter seu Windows 7 rodando facilmente. Você pode melhorar o desempenho e a aparência do Windows, otimizar a memória, limpar o disco rígido, cobrir seus rastros eliminando arquivos, entre outros.

 systerac

A interface do programa é esteticamente atraente, bem organizada e intuitiva. A versão de 20 dólares para Windows 7 também roda no Vista.

Windows 7 Upgrade Advisor
Não faça o upgrade para o Windows 7 sem antes baixar este utilitário gratuito da própria Microsoft. O programa faz uma varredura do seu PC verificando se o mesmo está apto para receber o Windows 7.

 upgrade_advisor

Se ele detectar qualquer problema em potencial – como memória insuficiente, hardware incompatível ou software desatualizado – você será informado através de um relatório.

assinatura_1