Arquivos do Blog

O que é o Sysprep?

A ferramenta Preparação do Sistema (Sysprep) prepara uma instalação do Windows para duplicação, auditoria e envio ao cliente. A duplicação, também chamada de geração de imagens, permite capturar uma imagem personalizada do Windows que pode ser reutilizada em toda uma empresa. O modo de auditoria permite adicionar aplicativos ou drivers de dispositivos adicionais a uma instalação do Windows. Depois que instalar os drivers e aplicativos adicionais, você pode testar a integridade da instalação do Windows. O Sysprep também permite preparar uma imagem para ser enviada a um cliente. Quando o cliente inicializa o Windows, o Boas-vindas do Windows é iniciado.

O Sysprep só deve ser usado para configurar novas instalações do Windows. Execute Sysprep tantas vezes quantas forem necessárias para criar e configurar a instalação do Windows. Porém, você só pode redefinir a ativação do Windows até três vezes. O Sysprep não deve ser usado para reconfigurar uma instalação existente do Windows que já tenha sido implantada. Use o Sysprep apenas para configurar novas instalações do Windows.

Se você pretende transferir uma imagem do Windows para um computador diferente, você deve executar sysprep/generalize, mesmo se o computador tiver a mesma configuração de hardware. O comando sysprep/generalize remove as informaçoes exclusivas de sua instalação do Windows, o que permite que você reuse essa imagem em diferentes computadores. Na próxima vez em que você inicializar a imagem do Windows, a passagem de configuração especializada será executada. Durante essa passagem de configuração, muitos componentes terão ações que devem ser processadas quando você inicializar uma imagem do Windows em um novo computador. Qualquer método de mover uma imagem do Windows para um novo computador, seja por geração de imagens, duplicação de disco rígido ou outro método, deve ser preparada com o comando sysprep/generalize. Mover ou copiar uma imagem do Windows para um computador diferente sem executar sysprep/generalize não é suportado.

Este tópico inclui:

  • Benefícios do Sysprep
  • Situações Comuns do Sysprep
  • Limitações do Sysprep
  • Dependências do Sysprep
  • Tecnologias relacionadas com o Sysprep
  • Informações relacionadas

Benefícios do Sysprep

O Sysprep fornece os seguintes benefícios:

  • Remove do Windows dados específicos do sistema. O Sysprep pode remover todas as informações específicas do sistema de uma imagem do Windows instalada, incluindo o identificador de segurança do computador (SID). A instalação do Windows pode então ser capturada e instalada em toda uma empresa.
  • Configura o Windows para inicializar em modo de Auditoria. O modo de auditoria permite instalar aplicativos de terceiros e drivers de dispositivos, assim com testar a funcionalidade do computador.
  • Configura o Windows para inicializar no Boas-vindas do Windows. Configura uma instalação do Windows para inicializar no Boas-vindas do Windows na próxima vez que o computador for iniciado. Em geral, você configura um sistema para inicializar no Boas-vindas do Windows imediatamente antes de entregar o computador a um cliente.
  • Redefine a Ativação do Windows. O Sysprep pode redefinir a Ativação do Windows até três vezes.

Situações Comuns do Sysprep

O Sysprep geralmente é usado nas seguintes situações:

Criar uma Imagem do Windows Construída Conforme Especificações (BTP)

Em uma situação de construção conforme especificações (BTP), você cria uma única imagem de referência do Windows para instalar computadores que usam a mesma configuração de hardware. Você personaliza a única referência de instalação do Windows instalando-o e adicionando os drivers e aplicativos adicionais. Em seguida, você captura a imagem do Windows e a usa para instalar os computadores. Nenhuma modificação adicional é feita nessa imagem.

Essa situação inclui as seguintes etapas:

  1. Você instala o Windows em um computador de referência.
  2. Quando a instalação for concluída, você inicializa o computador e instala os aplicativos ou drivers de dispositivos adicionais.
  3. Depois que você atualizar a instalação do Windows, execute o comando sysprep /oobe /generalize. A opção /generalize orienta o Sysprep a remover da instalação do Windows dados específicos do sistema. Informações específicas do sistema incluem logs de eventos, identificadores de segurança exclusivos (SIDs) e outras Informações exclusivas. Uma vez removidas as informações do sistema, o computador é desligado. A opção/oobe orienta a instalação do Windows a executar as Boas-vindas do Windows na próxima inicialização do computador.
  4. Quando o computador for desligado, você pode inicializá-lo com o Windows PE ou outro sistema operacional.
  5. Em seguida, você pode capturar a instalação do Windows com o ImageX, criando uma imagem de referência usada para instalar computadores com a mesma configuração de hardware.

Criar uma Imagem do Windows Construída Conforme o Pedido (BTO)

Em uma situação de construção conforme o pedido (BTO), você inicia com uma imagem de referência do Windows. Depois de instalar essa imagem de referência, você faz atualizações adicionais às instalações do Windows, que são exclusivas para o computador que você está instalando. Em geral, trata-se de aplicativos ou atualizações solicitados pelo cliente. Ao inicializar no modo de Auditoria, você poderá instalar mais dispositivos e aplicativos específicos para o computador.

A diferença entre as situações de construção conforme especificações e de construção conforme o pedido é que você efetua alterações adicionais nas instalações de referência do Windows que são exclusivas do computador.

Essa situação inclui as seguintes etapas:

  1. Você inicia com uma imagem de referência do Windows que se aplica a todos os computadores da empresa.
  2. Instala a imagem de referência do Windows no computador que deve ser enviado a um cliente.
  3. Após a conclusão da instalação, execute o comando sysprep /audit /generalize /shutdown para configurar o Windows para inicializar o computador no modo de Auditoria. Para capturar a imagem do Windows, inicialize em outra partição ou use o Windows PE.

    Essa imagem torna-se a imagem de referência que você pode salvar para instalar computadores com a mesma configuração.

  4. Use a nova imagem de referência para instalar um computador novo. A imagem do Windows é aplicada ao computador e o Windows é inicializado no modo de Auditoria.
  5. Você pode instalar aplicativos adicionais e outras atualizações com base no pedido de um cliente. Você também pode testar o computador para verificar se todos os componentes estão funcionando corretamente.
    noteObservação
    Se você instalar as imagens do Windows usando o comando sysprep /generalize /oobe, saiba que a experiência do usuário talvez não seja a ideal. Na próxima reinicialização após a execução de sysprep /generalize /oobe, o Windows executará o passo specialize, Plug and Play e outras tarefas de instalação antes de iniciar as Boas-vindas do Windows. Esse processo pode levar um tempo adicional e atrasar o primeiro logon de um cliente. 

     

  6. Depois que você atualizar a instalação do Windows, execute o comando sysprep /oobe /shutdown.
  7. Empacote o computador e entregue-o ao cliente.
  8. Na próxima vez que o computador for iniciado, o Boas-vindas do Windows será executado.

Inicializando no modo de auditoria

O modo de auditoria permite aos OEMs e às corporações personalizar uma instalação do Windows rapidamente. No modo de Auditoria, instale os aplicativos, adicione drivers de dispositivo, execute scripts e teste a validade de uma instalação do Windows. O modo de auditoria não exige a aplicação de configurações às Boas-vindas do Windows.

Normalmente, o Windows inicia as Boas-vindas imediatamente após a instalação. No entanto, ao inicializar no modo de auditoria, você pode ignorar a tela de Boas-vindas do Windows e inicializar o computador imediatamente na área de trabalho. Assim, é possível iniciar o processo de personalização o mais rápido possível.

Além disso, o modo de Auditoria lhe permite verificar se um computador está funcional antes de entregá-lo a um cliente. Você pode verificar se a primeira experiência de inicialização do usuário final ocorreu como esperado e se as personalizações do OEM e as informações sobre opções de suporte da sua empresa estão presentes.

Há várias maneiras de inicializar no modo de Auditoria::

  • Para uma instalação assistida, na tela de Boas-vindas do Windows, pressione CTRL+SHIFT+F3.
  • Em uma instalação autônoma, adicione o componente Microsoft-Windows-Implantação do passo de configuração oobeSystem. Na configuração Reseal | Mode, especifique Audit. Quando o Windows conclui a instalação, o computador reinicia no modo de auditoria. Para obter mais informações sobre essa configuração, consulte Referência da instalação autônoma do Windows.
  • Execute sysprep /audit em uma janela do prompt de comando.

Para obter mais informações sobre o modo de auditoria, consulte Personalizar o Windows no modo de auditoria.

Após efetuar as configurações na instalação do Windows, você pode preparar o computador para ser enviado ao cliente executando o comando sysprep /oobe. A opção /oobe orienta a instalação do Windows a executar as Boas-vindas na próxima inicialização do computador.

Limitações do Sysprep

O Sysprep tem as seguintes limitações:

  • Só é possível usar a versão do Sysprep que foi instalada com a imagem do Windows que você pretende configurar. O Sysprep é instalado com todas as versões do Windows e deve sempre ser executado do diretório %WINDIR%\system32\sysprep.
  • O Sysprep não deve ser usado em instalações de atualizações. Execute o Sysprep apenas em instalações limpas.
  • Se você pretende usar o comando imagex /apply para aplicar uma imagem do Windows a um computador, o layout de partição dos computadores de referência e de destino deve ser idêntico. Por exemplo, se você capturar uma imagem personalizada do Windows na unidade D, sempre devera implantar essa imagem na unidade D do computador de destino. A lista a seguir descreve as configurações de partição que devem ser idênticas nos computadores de referência e de destino ao usar o comando imagex /apply.
    • O número da partição onde Windows Vista é instalado deve corresponder.
    • O tipo de partição (primária, estendida ou lógica) tem que corresponder.
    • Se a partição for definida como ativa no computador de referência, no computador de destino ela também deve ser definida como ativa.
    • Se existir outra partição ativa para os armazenamentos Bootmgr e BCD no sistema de referência, você também tem que capturar essa partição e aplicá-la à mesma partição no computador de destino.

    Essa limitação só se aplica ao comando imagex /apply. Se executar a Instalação e reinstalar o Windows, você pode mudar as letras das unidades onde o Windows será instalado.

    noteObservação
    Em alguns casos, os aplicativos personalizados instalados antes de a imagem do Windows ser recapturada talvez requeiram uma letra de unidade consistente. Alguns aplicativos armazenam caminhos que incluem a letra de unidade do sistema. Situações de desinstalação, serviços e reparos podem não funcionar adequadamente se a letra da unidade do sistema não corresponder à letra da unidade especificada no aplicativo. A implantação de imagens personalizadas do Windows em letras de unidade diferentes não é suportada. 

     

    Se você estiver instalando aplicativos personalizados, a prática recomendada é implantar a imagem do Windows com a mesma letra de unidade.

  • Quando você copia as imagens do Windows entre computadores, os computadores de referência e destino não precisam ter camadas de abstração de hardware compatíveis (HALs). A opção /detecthal nos dados de configuração da inicialização (BCD) permite que um sistema que já tenha executado Sysprep instale a HAL correta.
  • Os dispositivos Plug and Play, como modems, placas de som, placas de rede e placas de vídeo não precisam ser do mesmo fabricante nos computadores de referência e de destino. Porém, os drivers desses dispositivos devem ser incluídos na instalação.
  • Não é possível automatizar a execução de Sysprep usando um comando RunSynchronous no passo de configuração auditUser. Para automatizar a execução de Sysprep, use FirstLogonCommand no passo oobeSystem.
  • O relógio da ativação começa sua contagem regressiva na primeira vez em que o Windows é iniciado. Você pode usar o Sysprep no máximo três vezes para redefinir o relógio da ativação do Windows. Após a terceira execução do Sysprep, o relógio não poderá mais ser redefinido.
  • ImageX, software de imagens de disco de terceiros ou dispositivos de hardware de duplicação de disco são necessários para instalações com base em imagens. Esses produtos criam imagens binárias do disco rígido de um computador e duplicam a imagem para outro disco rígido ou a armazenam em um arquivo, em um disco separado.
  • O Sysprep será executado somente se o computador for membro de um grupo de trabalho, não de um domínio. Se o computador estiver participando de um domínio, o Sysprep o removerá do domínio.
  • Se você executar o Sysprep em uma partição do sistema de arquivos NTFS que contenha pastas ou arquivos criptografados, os dados nessas pastas ficarão totalmente ilegíveis e irrecuperáveis.
  • O Sysprep converte a variável de ambiente %COMPUTERNAME% em caracteres maiúsculos. Porém, o nome real do computador não é alterado.
  • Executar Sysprep fará com que o Boas-vindas do Windows solicite a chave do produto (Product Key). Você pode usar um arquivo de resposta com Sysprep para que o Boas-vindas do Windows não solicite a chave do produto (Product Key). Se você especificar uma chave do produto (Product Key) válida na configuração ProductKey do componente Microsoft-Windows-Shell-Instalação durante o passo specialize, o Boas-vindas do Windows não a solicitará.

Dependências do Sysprep

O Sysprep tem as seguintes dependências:

  • O Sysprep é usado depois que a Instalação do Windows é executada.
  • Você precisa de uma ferramenta de geração de imagens, como o ImageX, para capturar uma imagem da instalação.

Tecnologias Relacionadas com o Sysprep

As seguintes tecnologias são relacionadas com o Sysprep:

ImageX

O ImageX é uma ferramenta de linha de comando que permite aos fabricantes de equipamentos originais (OEMs) e corporações capturar, modificar e aplicar imagens do Windows para uma rápida implantação. O ImageX funciona com arquivos de imagem do Windows (.wim) para copiar diretamente em um computador de destino ou pode funcionar com outras tecnologias que usem arquivos.wim. Corporações que não exijam a funcionalidade de captura ou os recursos de nível baixo incluídos no ImageX ainda podem usar tecnologias relacionadas como a instalação autônoma, a Diretiva de Grupo e o Systems Management Server (SMS).

Plataforma de Proteção de Software do Windows (SPP)

A Plataforma de Proteção de Software do Windows (SPP) reduz a pirataria do Windows, garantindo a compatibilidade com os Termos de Licença para Software Microsoft. Em versões anteriores do Windows, isso era conhecido como a Ativação do Windows (WPA). Durante a ativação, a chave do produto é correspondida com o computador individual em que o software está instalado. Ela faz isso validando a chave do produto e certificando-se de que a mesma não tenha sido usada em computadores não licenciados.

Instalação do Windows

A Instalação do Windows é o programa que instala o Windows ou atualiza versões anteriores do Windows.

Arquivo de Resposta da Instalação Autônoma do Windows

O arquivo de resposta da Instalação do Windows autônoma, geralmente chamado de Unattend.xml, é o arquivo de resposta criado usando o Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows (Windows SIM). O arquivo de resposta permite a configuração de configurações padrão do Windows, assim como a adição de unidades, atualizações de software e outros aplicativos. O arquivo de resposta permite que OEMs e corporações personalizem tarefas de instalação do Windows, como especificar a configuração de disco, alterar os valores padrão do Internet Explorer e instalar drivers adicionais.

noteObservação
O arquivo de resposta único substitui todos os arquivos de resposta que foram usados em versões anteriores do Windows (Unattend.txt, Winbom.ini, Oobeinfo.ini e Sysprep.inf). 

 

Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows

O Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows (Windows SIM) oferece a capacidade de personalizar imagens do Windows. O Windows SIM permite personalizar as configurações em uma imagem do Windows. Com base nas configurações, você pode criar um arquivo de resposta de uma Instalação do Windows autônoma, geralmente chamado de Unattend.xml. Esse arquivo de resposta é usado durante a Instalação do Windows para aplicar essas configurações ao Windows. No arquivo de resposta, você pode especificar alterações em componentes padrão do sistema operacional e adicionar software, como drivers iniciais ou atualizações de produto.

 

Fonte: http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc721940(v=ws.10).aspx

assinatura

Anúncios

Como Usar o Sysprep: Apresentação

 

O Sysprep é uma ferramenta criada para administradores de sistema corporativo, OEMs e outras pessoas que precisam implantar o sistema operacional Windows XP em vários computadores. Depois de executar as etapas de instalação iniciais num único sistema, você pode executar o Sysprep para preparar o computador de amostra para clonagem.

O Sysprep atribui uma SID (identificação de segurança) única para cada computador de destino na primeira vez que o computador é reiniciado. O Sysprep configura o sistema operacional para executar o Bem-vindo ao Windows ou a Microinstalação na primeira vez em que o usuário final reiniciar o computador. Esta forma abreviada de Configuração em Modo-GUI leva de 5 ou 6 minutos, em vez dos 45 a 60 minutos usuais, e solicita ao usuário final apenas informações requeridas e específicas do usuário, tais como aceitar o EULA (Contrato de Licença de Usuário Final) e fornecer a Chave do Produto, o nome de usuário e o nome da empresa.

O Sysprep é um utilitário valioso até mesmo se você não utiliza a duplicação de disco. Você pode executar o Sysprep com a opção –nosidgen para configurar o Bem-vindo ao Windows ou a Microinstalação num único computador. Nesse caso, o Sysprep permite auditorias que podem ter sido feitas; automatiza a parte de Microinstalação do processo de forma que os usuários ainda possam inserir informações específicas ao usuário, como opções regionais e informações de TAPI; e ignora configurações de identidades de segurança únicas, pois elas já serão únicas quando a Instalação estiver sendo executada no computador.

O utilitário Sysprep pode ser usado em três contextos diferentes:

1. Duplicação de disco. O uso do Sysprep para preparar imagens para duplicação de disco permite que você copie sistemas completamente instalados em hardwares semelhantes. O Sysprep modifica a SID (identidade de segurança) do computador local de forma que seja única para cada computador. Para obter mais informações, ver Como Usar o Sysprep para Preparar Imagens para Duplicação de Disco.
2. Auditoria. Quando você o usa o Sysprep depois de uma auditoria no computador (usando a opção de linha de comando –nosidgen), o Sysprep estará pronto para que o usuário final execute o Windows. Para obter mais informações, veja Como Usar o Sysprep para Instalações de Auditoria
4. Automatizando a Microinstalação. O Sysprep cria uma Instalação abreviada em modo GUI que leva apenas de cinco a seis minutos, em vez dos 45 a 60 minutos usuais, e solicita ao usuário final apenas informações específicas ao usuário requeridas, tais como aceitar o EULA, inserir a Chave do Produto e inserir o nome de usuário e o nome da empresa. Para usar o Sysprep nesse modo, pré-instale o Windows XP no computador local e, a seguir, execute o Sysprep com o parâmetro –nosidgen executando os passos abaixo. Para mais informações, ver Como Usar o Sysprep para Automatizar a Microinstalação.

Restaurando o computador para um estado pronto para o usuário finalVocê pode usar o Sysprep para restaurar o computador para um estado pronto para o usuário final. Para mais informações, ver Como Usar o Sysprep para Restaurar o Computador para um Estado Pronto para o Usuário Final.

Modo de Fábrica
O modo de Fábrica do Sysprep é um método de pré-configurar as opções de instalação que podem reduzir o número de imagens que um OEM (fabricante de equipamento original) precisa manter. Para obter mais informações, ver Como Usar o Sysprep em Modo de Fábrica.Notas gerais sobre o sysprep
No Windows XP:

Você pode executar o Sysprep de qualquer lugar, inclusive de um disquete.
O Sysprep é executado somente se o computador for membro de um grupo de trabalho, não de um domínio. Se o computador estiver incorporado a um domínio, o Sysprep o remove do domínio.
Você pode executar programas ou comandos adicionais no final da Microinstalação fornecendo um Cmdlines.txt em sua pasta \Sysprep.
Você não pode executar o Sysprep num computador que tiver sido configurado como servidor de Serviço de Cluster, um servidor de Serviços Certificados ou um controlador de domínio. Você pode executar o Sysprep num servidor autônomo.
Se você executar o Sysprep em uma partição de sistema de arquivos NTFS que contiver arquivos ou pastas criptografadas, os dados nessas pastas ficarão completamente ilegíveis e irrecuperáveis.
Você pode usar apenas esta versão do Sysprep em instalações do Windows XP. Você não pode usar esta versão do Sysprep numa instalação do Windows 2000.

Como Preparar Imagens para a Duplicação de Disco com Sysprep

 

O Sysprep é uma ferramenta criada para administradores de sistema corporativo, OEMs e outras pessoas que precisam implantar o sistema operacional Windows XP em vários computadores. Depois de executar as etapas de instalação iniciais num único sistema, você pode executar o Sysprep para preparar o computador de amostra para clonagem.

Para usar o Sysprep como parte do processo de duplicação da unidade de disco, os seguintes requisitos devem ser atendidos:

A instalação principal e os computadores de destino devem ter HALs (camadas de abstração de hardware) compatíveis. Por exemplo, o APIC da HAL e os MPs (sistemas de multiprocessador) da HAL são compatíveis, enquanto o PIC (Controlador de Interrupção Programável) da HAL não é compatível nem com o APIC da HAL, nem com os MPs da HAL. Os controladores de armazenamento de massa (IDE ou SCSI) devem ser idênticos nos computadores de referência e de destino.
Os controladores de armazenamento de massa (IDE ou SCSI) devem ser idênticos nos computadores de referência e de destino.
Dispositivos Plug and Play, como modems, placas de som, placas de rede, placas de vídeo e assim por diante, não precisam ser iguais. Entretanto, qualquer driver de dispositivo não incluído em Drivers.cab deve ser incluído na instalação principal antes de executar o Sysprep. Alternativamente, assegure-se de que os drivers desinstalados estejam disponíveis no computador de destino na primeira execução, de forma que o Plug and Play possa detectar e instalar os drivers.
São necessários softwares de terceiros ou dispositivos de hardware de duplicação de disco. Esses produtos criam imagens binárias do disco rígido de um computador, duplicando a imagem para outro disco rígido ou armazenando a imagem num arquivo num disco separado.
O tamanho do disco rígido do computador de destino deve ter pelo menos o mesmo tamanho que o disco rígido da instalação principal. Se o computador de destino tiver um disco rígido maior, a diferença não será incluída na partição principal. Entretanto, você pode usar a entrada ExtendOemPartition no arquivo Sysprep.inf para estender a partição principal se tiver sido formatada para usar o sistema de arquivos NTFS.

Observação Se os computadores de referência e de destino tiverem versões diferentes da BIOS, você deve primeiramente testar o processo para garantir que seja bem-sucedido. Ao utilizar o Sysprep para a Duplicação de Disco, o Sysprep modifica a SID (Identificação de Segurança) do computador local, de forma que seja única para cada computador.

Como preparar uma instalação principal para a clonagem

1. Instale o Windows XP num computador principal. Como prática recomendada, a Microsoft sugere que o Windows XP seja instalado a partir de uma pasta de distribuição usando-se um arquivo de resposta para assegurar a consistência ao configurar a instalação principal, de forma que as compilações iterativas possam ser criadas e testadas mais rapidamente. Ver Unattend.txt para obter informações sobre as Configurações do Windows automatizadas usando um arquivo de resposta.
2. Faça logon no computador como administrador.
3. (Opcional) Instale e personalize os aplicativos, tais como o Microsoft Office, os itens favoritos do Internet Explorer e assim por diante.
4. (Opcional) Instale quaisquer drivers de dispositivos não-incluídos no Drivers.cab e não instalados pelo arquivo de resposta.
5. (Opcional) Execute testes de auditoria.
6. (Opcional) Se desejar, crie um arquivo Sysprep.inf manualmente ou com a ajuda do Gerenciador de Configurações. Esse arquivo é usado para personalizar ainda mais cada computador para o usuário e ajuda a configurar a quantidade de informações de que o usuário precisará durante a Microinstalação.
7. Execute o Sysprep.exe. Assegure-se de que o arquivo Sysprep.exe e o Setupcl.exe estão dentro da pasta %systemdrive%\Sysprep no disco rígido local. Quando utilizado, o Sysprep.inf também precisa estar na mesma pasta ou num disquete que será inserido quando o menu de inicialização do Windows aparecer.
8. Se o computador for compatível com ACPI, o computador se desligará sozinho. Caso contrário, aparecerá uma caixa de diálogo dizendo que você pode desligar o computador com segurança.
9. Retire a unidade de sistema e siga os passos para duplicar o sistema em outros computadores. Você precisa ter equipamento ou software especiais para duplicar os discos rígidos.

Importante Se o Setupcl.exe não estiver no mesmo diretório de Sysprep.exe, o Sysprep não funcionará.

Depois que um disco rígido duplicado for inserido num computador, quando o usuário ligar o computador, acontecerá o seguinte:

1. Ocorre a detecção do Plug and Play — isso leva aproximadamente três minutos.
2. A Microinstalação indica para os usuários:

Aceitarem o EULA.
Especificarem seu nome e organização.
Incorporarem-se a um domínio ou um grupo de trabalho.
Especificarem informações sobre opções regionais.
Especificarem informações sobre TAPI.
Especificarem os protocolos e serviços de rede a serem instalados.
3. A pasta local Sysprep que contém Sysprep.exe e Sysprep.inf em %systemdrive% será apagada.
4. O computador é reiniciado e aparece um prompt de logon.

Observação Se um arquivo Sysprep.inf foi usado ao executar Sysprep.exe, apenas as caixas de diálogos omitidas no arquivo .inf serão apresentadas ao usuário. Se as configurações de exibição forem omitidas, serão usadas as configurações-padrão.